1.11.05

Pacto pela Paz

Estive hoje na palestra do projeto Pacto pela Paz, parceria entre a Rede Gazeta e a Assembléia Legislativa do Espírito Santo.
O tema em debate era "Imprensa e Violência". A mesa, coordenada pelo deputado estadual Cláudio Vereza (PT), contou com as presenças de Guilherme Canela (coordenador de Relações Acadêmicas da Agência de Notícias dos Direitos da Infância- Andi ), José Antônio Martinuzzo (professor de Comunicação da Ufes) e André Junqueira (jornalista da TV Gazeta).


Canela abriu o debate ressaltanto a importância do evento e parabenizando a Rede Gazeta pela iniciativa, pois a mídia tem uma grande dificuldade de auto-crítica. Apresentando dados de pesquisas, ele mostrou que a cobertura da violência é extremamente fatual, sem preocupação em refletir e apontar as causas nem as possíveis soluções para o problema. Enfatizou que não falta espaço nos jornais e sim aprofundamento do debate acerca da violência.

A pesquisa Balas Perdidas, da Andi, aponta que 80% das matérias são constituídas a partir de boletins de ocorrência da polícia. Isso demonstra que os jornalistas focalizam no crime individualmente, na descrição do acontecimento. Na maioria das vezes a principal fonte, quando não a única, é a polícia. Canela ressaltou a necessidade de amplificar a discussão através da maior pluralidade de fontes, ouvindo acadêmicos, líderes comunitários, membros do poder público, etc.

André Junqueira frisou a responsabilidade do jornalista de trabalhar para o cidadão. Destacou a cobertura e a denúncia de casos de corrupção como fundamentais, pois evitam que sejam desviadas verbas que poderiam ser investidas não só no combate à violência como em outras políticas públicas.

O professor José Antônio Martinuzzo iniciou sua fala dizendo a mídia exerce papel fundamental na sociedade contemporânea, pois é a base de percepção do real. Também salientou a necessidade de complexificar o debate, levantando alguns questionamentos.

Segundo ele, a contextualização não faz parte da cultura do jornalismo. Mas não se pode culpar a mídia pela era de crimes e medo em que vivemos. Se a imprensa noticia tanto é porque realmente existe violência. Martinuzzo deixou claro também que a mídia não é a grande salvadora que vai resolver o problema. A superação desse caos social vai muito além de um bom trabalho jornalístico.

O professor afirmou que o ser humano traz em si um viés de violência, de concorrência, acirrados pela época em que vivemos. Disse que a explosão da criminalidade está ligada ao modelo de sociedade vigente. E que a sociedade é uma construção do homem. A violência também.

A culpa é sua, a culpa é minha, a culpa é deles, a culpa é nossa!

................................................

Jabá: meu artigo no Observatório da Imprensa

7 Gritos:

Anonymous Anônimo said...

Forbes Cover Story Cites the Evils of Blogs
The cover story of Forbes cries, "Attack of the Blogs." The article, written by Daniel Lyons, isn't referring to the mass amount of people blogging and how you just can't seem to escape a blog post these days.
Find out how to buy and sell anything, like things related to road construction safety equipment on interest free credit and pay back whenever you want! Exchange FREE ads on any topic, like road construction safety equipment!

16:48  
Anonymous Anônimo said...

AlterNet: Blogs: Peek: That David Corn?
Posted by Evan Derkacz at 7:20 AM on November 1, 2005. Bloggers are up in arms at David Corn's decision to join the editorial board of Pajamas Media, a consortium of mostly conservative bloggers with a hazy ...
Find out how to buy and sell anything, like things related to company construction mn road on interest free credit and pay back whenever you want! Exchange FREE ads on any topic, like company construction mn road!

16:49  
Blogger Ezequiel Vieira said...

o que dizer?...
concordo que a imprensa nao é e nunca(?) sera salvadora da patria, ela tem em seu DNA ( a mutacao seria a saida ?) a atividade puramente comercial e nao vai ser agora q ela vai ser "converter" ao interesse público (eh bom trabalhar para os 2 credos rs)
mas como ela tb nao é a encarnacao do mal, gosto tb da ideia de q sempre(?) ha 1 espaco para driblar o chamado "sistema" (o q estamos fazendo agora pod ser 1 ex. disso) e acho q seria uma saida tentar tornar o jornalismo um espaco de debates e nao algo de imbativel missao civilizatoria ao estilo supermen, q esquece outros "frageis e sensiveis" atores sociais

da proxima vez vô tentar ser menos confuso... o sistema pede pessoas com ideias ditas em menos espaco...

17:25  
Blogger Ezequiel Vieira said...

claro! parabens pelo artigo

17:50  
Blogger Fabio Malini said...

Ótimo o artigo... maravilha!

18:31  
Blogger Fabio Malini said...

e o martinuzzo de terno... figuraça...!

22:53  
Anonymous Abreu said...

seu artigo no OI pokou
o melhor foi a resposta da gazeta
uoAHEoUIHAEOIhOAIHEoiAE
foda.. =/

15:06  

Postar um comentário

<< Home

FREE hit counter and Internet traffic statistics from freestats.com