3.8.06

Ilegalmente Viável

A distribuidora do Kazaa, a empresa australiana Sharman Networks, selou um acordo, após enfrentar processos judiciais, com as quatro maiores gravadoras do mundo (Universal, Sony, EMI e Warner) no qual se compromete a pagar uma multa de US$ 100 milhões à Federação da Indústria Fonográfica por incentivo à pirataria digital. O Kazaa deverá ainda ser legalizado o quanto antes, informa o Globo on line.

Filmes, músicas e demais produtos da indústria fonográfica livres na Internet para download. Desde o Napster, programas e servidores aumentaram em número e em acessos em todo o mundo. A indústria reagiu cobrando a legalização, e os direitos autorais, desses “provedores de conteúdo cultural massivo alternativo”. Embora a Internet seja lembrada como um dos principais portais para a democratização da informação, e dos conteúdos midiáticos e culturais também, as formas de “troca” desses produtos têm sido tema de debates e embates. Formas alternativas, como a venda de músicas a um preço reduzido na rede, mesclando assim a acessibilidade do meio com a prestação de contas a indústria fonográfica, resultam dos debates.

Os processos e multas são decorrentes do outro jeito de tratar a questão. Mas mesmo com as pressões da indústria, os números são animadores para os ilegais da rede, só o Kazaa mantém mais de quatro milhões de usuários. E ainda há os portais que disponibilizam downloads diretos por meio de servidores diversos. Enquanto a rede permanece sem controle efetivo, esses meios de compartilhamento de arquivos continuam surgindo. Ilegalmente, e sem propaganda oficial, se multiplicam e adquirem novos adeptos.

Confesso que redes per-to-per e softwares semelhantes não são minha especialidade. Mas assistir a um filme que ainda nem estreou, de graça e ilegalmente é quase tão emocionante quanto o efeito de assisti-lo na tela do cinema com todas as suas propriedades. Estranho mundo esse. Quem quiser ser subversivo nem precisa sair do lugar, é só clicar.

Alguns links:

www.filmesbr.net
www.centralfilmes.com
www.kriptonita.1br.net
www.opus666.com

4 Gritos:

Blogger Laééércio! said...

É tiro no escuro, Letícia. Nada a nos preocupar.

Existem milhares de outros meios - e de maior eficácia - para trocar arquivos digitais.

Eu uso o Bit Torrent.

Abraço.

00:36  
Blogger leticia goncalves said...

Eu já tentei usar o Torrent Laércio, mas não sou mto boa com essas coisas...

Um dia eu chego lá...

:)

Abrçs.

14:18  
Blogger Laééércio! said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

15:41  
Blogger Laééércio! said...

Se tivermos oportunidade, poderei lhe "ensinar"... rsrs

abraço

15:42  

Postar um comentário

<< Home

FREE hit counter and Internet traffic statistics from freestats.com