19.3.07

Al desnudo: portais de notícias se rendem ao conteúdo adulto

O conteúdo adulto já rende lucros significativos com os produtos e meios de que dispõe, como filmes e Internet. Agora, em uma nova jornada, via celular, o negócio promete proporcionar ganhos de 150 bilhões de dólares em 2011, informa a Info on line .

O faturamento do negócio de pornografia no mundo leva não só as empresas especializadas a alavancarem seus lucros. Portais de notícia utilizam a tática de incluir conteúdo adulto em suas páginas para atrair mais acessos e, com isso, maior faturamento também.

A página do jornal espanhol El País, por exemplo, uniu o popular conteúdo a uma ferramenta não menos disseminada na web. O blog Al desnudo, de Eva Roy, traz "El universo del sexo, bajo la mirada de la periodista especializada en cine adulto".

"O que está provocando a adoção do conteúdo adulto é a receita estável que ele gera", disse Scott Smith, diretor de estratégias de internet da empresa de pesquisa Yankee Group à Reuters já em 2001.

A tendência dos portais brasileiros é embarcar nessa onda. O Terra, por exemplo, em horários mais próprios, (a partir de meia – noite, mais ou menos) dá uma conotação mais erótica aos conteúdos que veicula e às fotos que ilustram a capa da página principal.

O Gazeta on line, da rede filiada à Globo no Espírito Santo, também tenta seguir a nova tendência. À meia - noite, em alguns dias, o portal capixaba manteve chamadas picantes nos flashs da capa. O Donna, canal do Gazeta on line voltado para o público feminino, tem como destaque "sexo e relações".
Uma afirmação feita por Smith, ainda à Reuters em 2001, pode explicar a aposta de muitos veículos. "Sexo vende".
(imagem: al desnudo, post de Eva Roy sobre o livro da ex-prostituta brasileira que ficou famosa a partir da internet)

1 Gritos:

Blogger Fabrício said...

Tabu! rsrs...

Ninguém comentou o post!

:OOOOOO

00:09  

Postar um comentário

<< Home

FREE hit counter and Internet traffic statistics from freestats.com