23.9.06

O pós eleição

A discussão nacional (PT-PSDB; esquerda-direita) não acontece no Espírito Santo, já que a maioria dos eleitores vota em Lula e Hartung, que é coligado com o PSDB e apoiado informalmente pelo PT. Mas o que levou a esse quadro?

Pereira explica que as eleições municipais de 2004 traçam um novo panorama político no Espírito Santo. Os principais municípios da Grande Vitória (Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica) ficam sob controle da centro-esquerda (PT e PDT). Porém, esse bloco de centro-esquerda não se articulou- não foi capaz de construir um projeto conjunto de região metroplitana- e não impôs um modelo de gestão diferenciado do modelo do governador Paulo Hartung. Desse modo, o governo atraiu esse bloco e desvinculou a discussão política capixaba da discussão nacional.

Segundo Pereira, o governo Paulo Hartung melhorou a "governaça" mas não consulta ninguém, os deputados da base aliada são subservientes e a oposição não tem força. A única força de diálogo com o governo é a ong Espírito Santo em Ação, formada pelas principais empresas do estado que ajudaram a construir o plano de governo de Hartung e são as principais beneficiadas pelo projeto político de PH.Desse modo, há um grande prejuízo à cidadania.

Agora, o bloco de centro-esquerda corre sério risco de sair derrotada das eleições. Se houver reestruturação desse grupo tem que ser forçada pelos partidos, mostrando diferença de gestão em relação ao governo atual.Para ele, enquanto a centro-esquerda continuar com o jogo interno de poder a política externa continuará a ser essa.

1 Gritos:

Anonymous pri said...

foi um tanto quanto esclarecedora a fala dele.e talvez o resultado dessas eleições demonstrem que,aqui no ES,ainda se vota muito no bonitinho,no amigo,no do discurso bonito,e danem-se coligações,partidos,direita e esquerda e etc

12:58  

Postar um comentário

<< Home

FREE hit counter and Internet traffic statistics from freestats.com