28.12.05

Falando em Marx...


Um feliz natal atrasado pra todos os leitores do blog Grito Sufocado!!!
.....................................................
Papai Noel Velho Batuta
Garotos Podres

PAPAI NOEL filho da p...*
Rejeita os miseráveis
Eu quero mata-lo
Aquele porco capitalista
Presenteia os ricos
E cospe nos pobres
Presenteia os ricos
E cospe nos pobres
Mas nos vamos sequestrá – lo
E vamos mata-lo
Por que?
Aqui não existe natal
Aqui não existe natal
Aqui não existe natal
Aqui não existe natal
Por que?
PAPAI NOEL filho da p...
Rejeita os miseráveis
Eu quero mata-lo
Aquele porco capitalista
Presenteia os ricos
E cospe nos pobres
Presenteia os ricos
....................................
obs.: coloquei "filho da p..." nao por pudor, mas pq, por coincidencia ou nao, deu erro todas as vezes q postei a palavra "p.u.t.a" (sem os pontos entre as letras). Censura! Ateh aki?
Vao tomar no c...
hehehehhehehhe

25.12.05

Sobre o estágio atual do capitalismo

Esse post era pra ser um comentário ao post "O germe da destruição do capitalismo" do Vitor, portanto, leia-o antes

O capitalismo se sustenta com duas formas de explorar: exploração sobre o trabalho (mais-valia) e sobre o consumo (consumismo). O problema é que essas duas forma de exploração se dá sobre a mesma classe. A partir daí, tenta equilibrar os dois pesos. Mas não o fazem com tanta segurança. A crise de 29 é o exemplo disso. A capacidade produtiva do homem era muito maior que a capacidade de consumo. A partir de então, instaurou-se o Estado de Bem Estar Social, que deu aos trabalhadores poder de consumo. Hoje, com o mundo globalizado, conseguiu-se uma leve diferenciação do produtor e do consumidor. De uma forma mais geral, os países pobres produzem (leis trabalhistas e ambientais frágeis, salários baixos, etc...) e os países ricos consumem (boa renda, curtas jornadas de trabalho, maior qualidade de vida...). Mas o capitalismo não está seguro. Vide crises econômicas recentes, quando surgiram desequilíbrios insustentáveis desses processos. A mão invisível do mercado ainda procura uma luva para se encaixar.

Quanto à visão de Marx ao futuro do capitalismo, li um texto muito bom recentemente em que o autor identifica o que Marx imaginou como auge do capitalismo (quase uma professia dos dias de hoje). E seria justamente do seu apogeu que viria o seu desmoronamento. Aí vai o link: www.espacoacademico.com.br/042/42cbenjamin.htm
Vale a pena ler

21.12.05

Os expediente de 2005 já se encerrou na Assembléia Legislativa do ES. O deputado Cláudio Vereza (PT) foi preciso em sua declaração: a convocação extraordinária é feita para votar pautas em regime de urgência nesse fim-de-ano. E a votação do retorno do jetom e do auxílio-paletó não são nada urgentes...
........................................
Os "mensaláveis" e sua trupe de deputados que defendem o aumento das verbas de gabinete para 2006 (ano eleitoral) e volta desses antigos benefícios já derrubaram uma sessão e agora chantageiam o presidente da Casa, César Colnago (PSDB).
........................................
Hoje alguns deputados que há muito não subiam na tribuna resolveram dar as caras. Alegaram que a imprensa está tentando jogar a opinião pública contra eles e que estão apenas "lutando para cumprir uma medida constitucional". Isto porque a Constituição estabelece que os deputados estaduais podem desfrutar de no máximo 75% da farra que os deputados federais recebem. Intão a sacanagem de um justifica a do outro. E o povo com isso? Ah, o povo...
.......................................
Talvez os "mensaláveis" tenham um feliz natal, mas dificilmente terão um próspero ano novo...
Ano que vem a Assembléia Legislativa do Espírito Santo vai ferver! Aguardem...

20.12.05

O povo no poder?

O líder cocaleiro Evo Morales, do Movimento ao Solcialismo (MAS), foi eleito o novo presidente da Bolívia. É a primeira vez que um descendende indígena chega a esse posto num país em que a grande maioria da população é composta por índios.

Como já disse em um post há dois meses atrás, acho que essa sucessão de governos de esquerda na América Latina representa o descrédito da população em relação às promessas eternas dos governos de elite de que melhorias sociais viriam automaticamente seguindo à risca a ortodoxia econômica recomendada por órgão internacionais como o FMI e o Banco Mundial. Por muito tempo foram obedecidos os "mandamentos" do Consenso de Washington mas não se viu nenhuma diminuição do caos social latino-americano, muito pelo contrário.

A hipocrisia elitista parecer não comover mais a população, que tem procurado líderes com os quais se identifiquem. Esses governantes eleitos estão buscando fazer reformas e criar modelos alternativos de desenvolvimento. Mais radicais ou menos radicais, de Lula a Chavéz, o fato é que o povo ainda não quer o poder, mas quer se ver representado nele.

..............................................

19.12.05

Para reflexão

Diariamente (Dead Fish)

Mais uma pessoa jogada nas ruas
e você nem percebeu
Mais uma prova da sua miséria
que você finge não perceber
O que há de errado em sua vida?
o que foi que aconteceu?
você não pode dizer que apenas se acostumou

Tragédias diárias vividas nas ruas do Brasil
Você fingiu que não viu e também que não ouviu
Erros da vida, lapsos de percepção
Diariamente e você sequer estende a mão

Mais um pretinho jogado nas ruas
e você se enfureceu
Por onde é que você esteve por todos esses anos?
por onde é que você andou?
Esperando sentado que um dia tudo vá melhorar

Tragédias diárias vividas nas ruas de um país
Nem olhar pro lado e fingir que é feliz
E nem a violência vivida todo dia faz você mudar
eh melhor ficar sentado e esperar até morrer

E sobre a miséria e a televisão
e sobre o governo e o cidadão
e sobre nossas vidas meu irmão
e sobre o Estado e a constituição
e sobre tudo
diariamenteee
diariamente..
diariamenteeeeee

18.12.05

Televisão digital

Hélio Costa, ministro das Comunicações, trata a transição da televisão brasileira para o modelo digital como extremamente urgente e considera o grupo de grandes emissoras de TV como o principal ramo a ser ouvido. Desconsidera as inúmeras mudançasque essa nova tecnologia possibilita.

Não, a televisão digital não possibilita apenas uma melhor imagem para os aparelhos. Vai muuuuuuito além disso. O espaço hoje ocupado por uma emissora pode permitir a trasmissão de quatro, dependendo do modelo escolhido. Isso sem falar que podemos gerar mais dependência externa ou possibilitar o desenvolvimento de ciência e tecnologia nacionais. E muitas outras mudanças.

Mas poucos sabem disso, até porque a grande mídia faz um debate leviano, quando o faz. As poucas pessoas presentes no debate realizado na Ufes na semana passada é sinal de como até a comunidade acadêmica está alheia às discussões de tema tão importante.

Gustavo Gindre destacou várias questões importantes sobre o TV digital. Clique aqui pra saber o que ele disse nesse dia.
........................................
Saiba mais:
  • Cartilha sobre TV digital, elaborada pelo coletivo Intervozes (pdf). EXCELENTE!

16.12.05

Site disponibiliza livros gratuitos

Quarta-feira à noite foi lançado o quarto livro do Projeto Comunicação Capixaba (CoCa). Os livros são escritos por alunos do 6º período de Jornalismo da Ufes sob a coordenação do professor José Antônio Martinuzzo e o objetivo é resgatar a memória a memória da comunicação capixaba e possibilitar aos alunos o aprendizado do processo de produção de um livro.

A primeira edição fala sobre Rádio Espírito Santo, a segunda narra os 30 anos do curso de Comunicação da Ufes. No terceiro livro, 115 anos da história do estado são contados através dos atos publicados no diário oficial. O lançamento dessa semana, "Impressões Capixabas", aborda a história do jornalismo impresso capixaba.

O colega Marcus Vinicius Paiva lançou o site do projeto. A idéia não é apenas divulgar o projeto. No site estão disponíveis para download gratuito os três primeiros livros e, em breve, também o último lançamento. Segundo Marcus, além de possibilitar o acesso de mais pessoas ao livros, que têm edições limitadas, a outra finalidade do projeto CoCa On-line é "demonstrar o potencial das bibliotecas virtuais como uma possibilidade viável e barata de difundir livros e conhecimento", além de provocar debates e ações práticas sobre novas mídias e formas alternativas de apropriação dos bens culturais.
......................................

Assim como o Cine Falcatrua, é mais uma demostração de como as novas tecnologias aliadas a boas idéias podem contribuir para a difusão independente da cultura, rompendo com as grandes editoras, distribuidoras ou gravadoras, que precisam rever urgentemente suas formas de apropriação cultural. É preciso ampliar esse debate!

Cultura não é mercadoria!!!

15.12.05

O germe da destruição do capitalismo

Estaria Karl Marx correto?

"Como sabemos, Marx acreditava que o capitalismo contém em si o germe de sua própria destruição. Assim, há uma combinação de desperdício (pela produção excessiva de bens) e de escassez (dada pela inacessibilidade da produção pelos trabalhadores).
Apesar de destoar da história verdadeira onde as economias de escala propiciaram acesso cada vez maior da população ao mercado consumidor, havia uma lógica nesta teoria. “Lógica”, bem assinalado, mas que não levava em consideração todas as variáveis passíveis de observação.
Para Marx, o capitalista quer que apenas os seus trabalhadores sejam mal pagos; com relação aos demais, quanto maior forem seus salários mais lucros lhe darão pela compra de seus produtos. Como todos capitalistas tenderiam a pensar igual, uma vez que são agentes econômicos racionais, a tendência é que o sistema imploda.
A isto chamou de Taxa Declinante de Lucros. Uma equação, dotada de lógica intrínseca, mas de pressupostos não somente falhos, mas sumamente falsos."

-> mesmo sendo uma lógica meio "incompleta" (como o próprio texto diz), muitas pessoas ainda acreditam nisso.

PS: texto retirado do site Mídia sem Máscara.

Auxílio Paletó para os deputados do ES

Após ler essa notícia no site Gazeta Online sobre a manobra interna para possível volta do auxílio paletó aos deputados da Assembléia Legislativa, eu não poderia deixar de exercer nenhum comentário sobre essa afronta aos interesses reais do povo capixaba.

Mas ao mesmo tempo, encontro-me com certa dificuldade de escrever (talvez seja até mesmo preguiça). Então pegarei uma letra de música da banda capixaba Mukeka di Rato, que foi feita anos atrás, para o mesmo motivo sobre o qual estou postando, e que se encaixa muito bem como um post que eu poderia vir à escrever. Portanto leiam, como se fosse um texto escrito por mim, ok?

MUKEKA DI RATO - AUXÍLIO PALETÓ

Essa é uma história muito triste
Da vida de um pobre deputado
Seu salário não dava pra nada
E ele vivia sem roupa, coitado

Um dia teve uma idéia genial:
"Vou criar o Auxílio Paletó!"
Mas o povo ingrato reclamou
- Filho da puta!
E ele continua sem roupa, que dó!
(coitadinho dele)

Ah, filho da puta - Ah, seu desgraçado
Você não se envergonha? Então olhe pro seu lado
Os meninos se drogando, gente faminta sem lar
Hospitais caindo aos pedaços e você só pensa em roubar

Só pensa em si mesmo, só pensa em enriquecer
A fome na sua frente, e você finge que não vê
Mas é bom ficar esperto, e não dá bobeira não
Pra nunca precisar usar o Auxílio Caixão

Que pena, pobre deputado!
Que pena, desse filho da puta!

Por que não Auxílio Saúde? Por que não Auxílio Alimentação?
Por que não Auxílio Cultura? Por que não Auxílio Educação?

(Para o povo... para o povo!)

13.12.05

Debate sobre televisão digital

O Brasil esta prestes a iniciar a transição da televisão para o meio digital, mas a população não está muito interada sobre quais as novas perspectivas que a TV digital pode trazer ao país.

Com o intuito de ampliar o debate sobre o tema, a Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social (Enecos) e o Centro Acadêmico de Comunicação Social da Ufes (Cacos) promovem em parceria com a Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembléia Legislativa do Espírito Santo uma palestra sobre televisão digital.

A professora Ruth Reis, do Departamento de Comunicação Social da Ufes, formará a mesa juntamente com o pesquisador Gustavo Gindre, do Coletivo Intervozes.

O evento acontece nesta quarta-feira, a partir das 9h, no auditório do IC-2, na Ufes.
Na página 3 de A Gazeta de hoje (13/12) Gutman Uchôa de Mendonça volta a fazer propaganda da Aracruz Celulose. Em seu artigo, fala da "importância da Aracruz Celulose para o desenvolvimento do Estado e do Brasil".

Ele relata que ainda somos modestos plantadores de florestas, insinuando que ainda podemos plantar mais "florestas de eucalipto".

Uchôa de Mendonça foi denunciado pelo Século Diário em 2004, numa série de 34 reportagens especiais sobre irregualridades no Sesc e no Senac (ele é diretor de serviço social do Sesc)

Percebe-se a q interesses esse cara ta servindo, mas infelizmente nem todos os leitores de A Gazeta conhecem a historia desse cidadao e nao percebem como ele faz forte propanganda da Aracruz Celulose.

Ele escreve às terças e sábado para o jornal. Deve ter muita influência por lá, pois seus artigos são muito fracos para ocuparem tão nobre espaço. Percebe-se q Mendonça, Aracruz e Rede Gazeta têm uma ligação estreita... e perigosa!

12.12.05

Espírito NADA Santo

É, parece que tá todo mundo sujo nesse estado...
A denúncia de grampo na Rede Gazeta de Comunicação fere o sigilo de fontes dos jornalistas, presente na Constituição Federal. Tal atitude criminosa envolve complacência ou irresponsabilidade tanto do poder Executivo quanto da polícia e da Justiça.
E o Legislativo? Tá limpeza?
Que nada, a novidade é que o Excelentissimo(?) Senhor Deputado Estadual Marcos Gazzani se junta a outros seis colegas na acusação de receber dinheiro público na Era Gratz.
Quem se salva?
......................................
Pérola
Durante a sessão ordinária de hoje na Assembléia Legislativa o deputado Cabo Élson descia a lenha no secretário de Segurança Pública Rodney Miranda, enquanto dizia que este era o braço do crime organizado no Espírito Santo, soltou a pérola:
"O crime... é coisa de criminosos."
Ah tá, se ele num dissesse ninguém saberia...

João Kléber fora do ar

A série de trinta programas que será exibida como direito de resposta no horário do programa "Tarde Quente", do apresentador João Kléber, começa a ser transmitida hoje a partir das 16h, na Rede TV!.
A programação da primeira semana será a seguinte:
12/12 - Direitos Humanos
13/12 - Direito à comunicação
14/12 - Diversidade sexual
15/12 - Crianças e adolescentes
16/12 - Questão racial
O programa "Direitos de Resposta" é fruto de um acordo judicial formalizado em 15 de novembro entre a Rede TV!, o Ministério Público Federal e as seis ONGs autoras da Ação Civil Pública que pedia a cassação da concessão da emissora em virtude de homofobia e constantes ofensas aos Direitos Humanos exibidas pelo programa "Tarde Quente", apresentado por João Kléber.
Mais informações podem ser encontradas do blog Direitos de Resposta e no site do Intervozes.
Uma grande vitória da sociedade brasileira sobre a programação ridícula da nossa televisão.

10.12.05

O metalúrgico e o presidente

A revista Carta Capital disponibiliza em seu site um pedacinho da longa entrevista que fez com o presidente Lula.

Outro site, o Para Lula Ler na Cama, reproduz uma entrevista com o metalúrgico Luis Inácio da Silva, o Lula, em 1980, pouco antes da prisão deste líder sindical.

Um mesmo homem em dois tempos distintos. Cérebros diferentes e um mesmo coração. Lula lá. Lula Cá.

Seria nosso presidente um apóstata? Um homem que negou seus ideais? Que se vendeu ao poder?
Ou seria um homem que amadureceu? Que acompanhou as mudanças do mundo? Que aprendeu a lidar com o poder?
Ou seria outra coisa além disso?
Interpretações a gosto.
Confira as entrevistas e comente aí!

8.12.05

Pr'Atualizar...

Mais um poema que comecei no ônibus, voltando do trabalho:

A tevê na sala
a boca se cala
e o repórter fala
notícia abala:
a grana que entala
em cueca e mala

e vai desligá-la
silêncio instala
seu pai de bengala
a esposa acasala
com homem de gala
desistiu de amá-la

já o filho, inala
cheira sem pagá-la
nessa arma tem bala
o tiro estala
a podridão exala
do corpo na vala

......................................

"É melhor atirar-se à luta, mesmo correndo o risco de perder tudo, do que permanecer estático como os pobres de espírito, que não lutam mas que também não vencem. Que não conhecem a dor da derrota, mas que não têm a glória de ressurgir dos escombros. Estes pobres de espírito, no final da jornada na Terra, não agradecerão a Jah por terem vivido, e sim pedirão desculpas por terem simplesmente passado pela vida”. (Bob Marley)

7.12.05

De Bonner para Hommer

Em artigo para a revista Carta Capital, o professor da ECA/USP Laurindo Leal Filho conta como foi a visita de um grupo de professores à Rede Globo:

"Perplexidade no ar. Um grupo de professores da USP está reunido em torno da mesa onde o apresentador de tevê William Bonner realiza a reunião de pauta matutina do Jornal Nacional, na quarta-feira, 23 de novembro.

Alguns custam a acreditar no que vêem e ouvem. A escolha dos principais assuntos a serem transmitidos para milhões de pessoas em todo o Brasil, dali a algumas horas, é feita superficialmente, quase sem discussão."

Ao longo do texto, o professor diz que Bonner compara o telespectador médio do JN a Hommer, personagem da série de TV Os Simpsons.
O apresentador não gostou. Em nota divulgada à imprensa, ele afirma que jamais teve informação de que alguém "guardasse imagem tão preconceituosa, tão negativa do personagem do desenho."

Bonner esclareceu que apelidou o telespectador de Hommer sem pejoratividade, que se referia a "pais de família, trabalhadores, protetores, conservadores, sem curso superior, que assistem à TV depois da jornada de trabalho. No fim do dia, cansados, querem se informar sobre os fatos mais relevantes do dia de maneira clara e objetiva."

Tá bom. Pode até ser. Mas quanto a acusação de superficialidade e falta de discussão na decisão do que será abordado pelo JORNAL MAIS ASSISTIDO DO BRASIL, Bonninho nem comentou...

Quem cala consente. A forma como o editor escolhe os temas é revoltante, dada a responsabilidade que este carrega, já que muitos cidadãos tem o JN como única fonte de informação!!! Não deixe de ler o artigo completo!

6.12.05

Seminário Rádio Livre na UFES


Debatedores:
  • Cléber Carminati- professor do departamento de Comunicação Social
  • Eduardo Silva - ex-integrante de rádio livre

5.12.05

2ª Brigada Indígena em Apoio aos Índios Tupiniquins e Guaranis

Este blog começou como uma atividade da disciplina de Jornalismo Digital na Ufes. O processo avaliativo já foi concluído, mas o blog continua, com pretensões para o ano de 2006.

As duas primeiras postagens ("Índios ocupam fábrica da Aracruz Celulose" e "Leis pra quê? Lei pra quem?") trataram da ocupação da fábrica da Aracruz Celulose pelos índios tupiniquins e guaranis, que reivindicam o reconhecimento de 11 mil hectares de plantações de eucalipto como terra indígena.

No dia 10 de dezembro será realizada a 2ª Brigada em Apoio aos Índios Tupiniquins e Guaranis. Um e-mail que recebi do Davi diz:

"A proposta é entrar em contato com a realidade vivida pelos índios, indo até as aldeias! Será uma visita de apoio e que serão levadas milhares de mudas de plantas nativas e centenas de quilos de alimento. Quem for trabalhará na roça cortando eucalipto e plantando, participará de antigos rituais indígenas, enfim, trocará histórias e forças nesse momento em que a multinacional Aracruz Celulose ameaça a sobrevivência desses povos com a monocultura do eucalipto."

O ônibus deve sair às 8h da manhã, com concentração às 7h30. Para mais informações, entrar em contato com:
Fernando - 9992-3605
Juliherme - 9921-6542
Leonardo - 9816-7814
Lígia - 9928-9139
Uma reunião está marcada para amanhã (06/12), às 11h30, na Adufes
...................................................
Imperdível: Hélio Costa, ministro das Comunicações, estará hoje no programa Roda Viva, da TVE, às 22h30

4.12.05

Campeonato Brasileiro de Futebol de 2005.


“Bom dia amigos (e não amigos) da Rede Globo!”

Assim começará hoje a transmissão da “final” do Campeonato Brasileiro de 2005, e que boa parte do Brasil estará ligada na TV para assistir, principalmente por toda a polêmica que o tem envolvido.

O campeonato desse ano foi marcado por diversos fatores anormais extra e intra-campo. Citarei apenas alguns apenas para refrescar a memória dos leitores:
o acordo multimilionário do Corínthians com um grupo de investidores internacionais; escândalos na arbitragem; uso da Justiça Comum (caso do Brasiliense no início do certame, quando até perdeu os pontos da partida para o Vasco); decisões atabalhoadas do STJD (leia-se Luis Zveiter); etc.
Mas com certeza de todos esses, a polêmica maior está com relação à anulação dos 11 jogos apitados pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho, pelo STJD, numa tentativa de devolver a credibilidade para a disputa, após as denúncias comprovadas.

Na minha humilde opinião desde o início da polêmica (e de diversas outras pessoas), essa anulação foi TOTALMENTE injusta e incabível, numa atitude grotesca do Presidente do STJD, Luis Zveiter. Ela acarretou em mudanças de resultados de partidas que não se sabe se fora realmente alteradas pelo escândalo da arbitragem, e de fato, foi inconclusiva nas investigações, pois não buscou outros culpados. Permanecendo naquela velha história de culpado único (o que eu particularmente não acredito), pois é mais fácil jogar a culpa em uma pessoa do que desbaratar todo um sistema podre, não é?

Sendo assim, chegamos na “final” da competição de uma maneira bem atípica. O líder Internacional (sim, ele é o líder, pois reconheço o campeonato sem a anulação dos jogos, assim como a Justiça decidiu, pois o campeonato ainda está sub-júdice) está 1 ponto à frente do Corínthians no "BRASILEIRÃO-05", enquanto o Corínthians lidera o "ZVEITÃO-05" por 3 pontos de vantagem.

Caso o Inter prevaleça como o campeão do "Brasileirão", ele será o campeão moral do mesmo, mesmo não o sendo "oficialmente". Assim como ocorreu com o Flamengo em 1987, sendo este o campeão "moral", e o Sport o campeão "oficial". Apenas a torcida do time que é campeão "oficial" costuma aceitá-lo como tal, todas as outras torcidas do país reconhecem o campeão "moral" como o verdadeiro vencedor da disputa.
Essa mesma comparação serve também para ser explicada pelo caso do "vencedor moral" da maratona nas Olimpíadas de Atenas, o atleta brasileiro Vandeley Cordeiro de Lima, que é parabenizado em todo o mundo como o campeão de fato da corrida, mesmo não sendo ele o campeão reconhecido pelo COI.

Resta agora aos brasileiros decidirem qual campeonato que eles assistiram e aceitam.
Se é o campeonato onde os resultados foram feitos dentro de campo jogando bola, ou se é o campeonato onde os resultados foram armados nos bastidores, de formas obscuras.

De qualquer forma, parabéns ao campeão de "dentro das 4 linhas" (seja ele quem for)!

3.12.05

A Direita Brasileira

Está nas bancas a revista Caros Amigos Especial: A Direita Brasileira. Só li o comecinho, mas acho que vale a pena comprar.

É raro encontrar uma análise da direita brasileira. Na verdade, ninguém se declara direitista no Brasil. Nas eleições, muitas vezes, a nossa direita se vale de propostas de esquerda para conquistar o eleitorado.

Trata-se de uma revista declaradamente esquerdista, portanto, deve-se ler com cuidado e senso crítico. Mas recomendo a leitura pois retrata (pelo pouco que li) muito da hipocrisia e dos jogos de interesses de nossa elite dentro da política nacional. Uma bela aula de história.

..............................................................

Na revista, Renato Pompeu solta essa pérola:
“A direita brasileira é uma das mais espertas do mundo, porque entregou a pesquisa universitária à esquerda, para que esta estudasse os movimentos populares e assim ela ficaria bem informada – enquanto praticamente não há quem estude a própria direita e as elites em geral”

2.12.05

Palavras Substanciais... Bertold Brecht

Atualizar é um compromisso! Pensando em realizar essa empreitada resolvi me prevalecer de boas influências como a de Bertold Brecht...são muitos seus ensinamentos para aqueles que ainda acreditam que mudar é possível, para os revoltados, os indignados, os sensíveis com as mazelas da humanidade!

"Há homens que lutam um dia, e são bons;
Há outros que lutam um ano, e são melhores;
Há aqueles que lutam muitos anos, e são muito bons;
Porém há os que lutam toda a vida Estes são os imprescindíveis"(Brecht)

Nada é impossível de mudar

Desconfiai do mais trivial, na aparência singelo.
E examinai, sobretudo, o que parece habitual.
Suplicamos expressamente: não aceiteis o que é de hábito como coisa natural, pois em tempo de desordem sangrenta, de confusão organizada, de arbitrariedade consciente, de humanidade desumanizada, nada deve parecer natural nada deve parecer impossível de mudar". (Brecht)

Privatizado

"Privatizaram sua vida, seu trabalho, sua hora de amar e seu direito de pensar.
É da empresa privada o seu passo em frente, seu pão e seu salário.
E agora não contente querem privatizar o conhecimento, a sabedoria, o pensamento, que só à humanidade pertence." (Brecht)

NA GUERRA MUITAS COISAS CRESCERÃO
Ficarão maiores
As propriedades dos que possuem
E a miséria dos que não possuem
As falas do guia*
E o silêncio dos guiados. (Brecht)

É isso aí meus caros leitores um pouco de substância para nutrir nosso intelecto e porque não também nossa percepção subjetiva das coisas, afinal ambas não estão completamente dissociadas.
Dedico este post a uma pessoa super sensível com a realidade social circundante uma das quais eu mais admiro neste sentido - o da sensibilidade... esse é pra você Tatiany... Força, garra, determinação... transformar é possível sim!

1.12.05

Hoje não tenho muito tempo pra falar. Também não tenho nada de interessante que dê pra falar no pouco tempo que disponho. Não vou devagar, mas vou divagar.

Escrevi isso no ônibus, enquanto voltava do trabalho hoje:

"Se nossos sonhos fossem do tamanho da ganância deles, os grandes se apequinariam diante da grandeza dos pequenos."
Ao companheiro de lutas e de coração, ONI.

"Antes de chegar ela está, sua aura se avista ao longe, no sorriso, no jeito de andar. Enquanto ela passa agente pára, impossível não contemplar. E quando se vai, ela fica, permanece seu brilho no ar."
Dedicado a Ela, de pseudônimo Afrodite, musa suprema, deusa do amor.


só pra autalizar mesmo...
FREE hit counter and Internet traffic statistics from freestats.com